Quem apóia
Ao lado de um Projeto sério como o GAIDSI existem pessoas e Instituições de credibilidade, que apóiam e sustentam o espírito de cidadania, visando o aprimoramento pessoal e profissional.

 



O GAIDSI - Grupo de Apoio a AIDS Infantil - é uma associação sem fins lucrativos, criada em dezembro de 2002 com o objetivo de prestar atendimento médico às crianças que convivem com o vírus HIV e dar apoio social a elas e a seus familiares.
Funciona atualmente nas depêndencias do CEADIPE, ambulatório de infectologia pediátrico da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo). É mantido através do trabalho voluntário de um grupo de médicos que oferecem atendimento e de voluntárias que desenvolvem atividades de recreação e servem lanches para as crianças e acompanhantes.
Fundado pela Dra. Regina Succi – professora do Departamento de Pediatria da UNIFESP e uma das maiores especialistas em AIDS infantil no país – o GAIDSI sobrevive graças às doações garimpadas pessoalmente pela médica e pela ajuda da própria universidade, que arca com parte das despesas.

Garantir às crianças e adolescentes com AIDS, por meio de tratamento médico e psicológico, o direito a qualidade de vida e a inserção social.

Colocar à disposição do paciente os melhores recursos técnicos, científicos e humanos da atualidade;

Garantir os melhores padrões de atendimento aos pacientes de baixa renda;

Oferecer apoio multidisciplinar ao paciente e aos familiares, visando a máxima adesão ao tratamento;

Treinar e capacitar a equipe, visando a melhoria constante do atedimento e a profissionalização do voluntariado;

Buscar parcerias na Comunidade, Universidade e Empresas, para garantir a manutenção e a gestão dos recursos necessários e a maximização do conhecimento gerado

Solidariedade

Transparência
Trabalho em Equipe Competência
Igualdade Ética

O atendimento atual do GAIDSI consiste em oferecer cestas básicas, leite, vale-transportes, medicamentos, produtos de higiene, material escolar, óculos, aparelhos de audição, e outros serviços a seus pacientes.
Um dos serviços mais importantes oferecidos pelos voluntários refere-se àqueles prestados por nossos advogados. O paciente com HIV/AIDS necessita de assistência jurídica, pois constantemente se torna vítima de preconceito e violência. Existem também outras questões, como mães ameaçadas de perder a guarda dos filhos, mães que desejam reconhecimento de paternidade e avós que precisam regularizar a guarda dos netos após a morte dos pais vitimados pela AIDS.
O GAIDSI organiza também um bazar beneficente, onde são comercializados os diversos produtos doados, revertendo em recursos para a compra das cestas básicas e medicamentos.


Desenvolvido por